SILENCIAR A MENTE PARA OUVIR O CORAÇÃO – Pai João de Aruanda


Amados fios,

Aqui venho falar em nome do amor, da luz, em nome da energia crística, que ela flua através de cada um docêis.

Trabalhamos energicamente para que estas singelas mensagens cheguem aos fios, através de vários canais que se colocam à disposição em todo globo terrestre. Entendemos que as mensagens são como âncoras, dão o suporte necessário a cada fio aflito em suas provações. Peço que confiem em seus corações e os sintam, os percebam. Seus centros cardíacos são suas maiores bússolas aqui neste orbe. Por que se recusam a ouvir esta tão linda voz que ressoa do mais profundo de suas almas antigas?

Percebam o quanto seus corações falam com vocês, é uma voz silenciosa, mas firme e assertiva, seus corações falam, mas muitos fios não conseguem ouvir, o barulho da mente não os permite. Peço que se observem e comecem a treinar calar suas mentes e ouvirem seus corações. Apenas no silêncio da alma o ouvimos com perfeição. O Pai sabe que nesta cultura ocidental os fios têm dificuldades em meditar, mas seria um medicamento para a alma se separassem algum tempo do seu dia para este tão belo e salutar hábito. Se trata de hábito. Os fios acordam toda manhã e sabem que precisam trabalhar para garantir o pão, por qual motivo não se conscientizam que precisam aquietar a mente para ouvir seu principal guia, o seu próprio coração.

O intelecto dos fio é importante, precisam dele para organizar a vida prática, mas subestimam tanto seus corações. Os fio pergunta e pergunta pros amigos, para os parentes o melhor caminho a seguir e abandonam sua principal ferramenta para crescer neste mundo.

O preto véio que vos fala sabe o que está dizendo. Se olhem com mais amor, se cuidem mais, não tentem transformar seus irmãos de caminhada, voltem o olhar procêis mesmos. Lembram quando Jesus falou para não apontar o argueiro no olho do irmão? Então, é isso.

Cada fio em sua batalha diária, em seus desafios de crescimento. Sabemos que não é brinca