O TEMPO DO UNIVERSO - Sobre quanto tempo as coisas levam - Por Gustavo Tanaka

Quanto tempo isso vai levar? Quando vamos ter isso pronto? Qual será nosso faturamento em 6 meses? Quanto tempo esse desenvolvimento vai levar? Quanto mais eu penso nessas perguntas, menos eu sinto que sei. Quanto mais eu tento responder perguntas relacionadas ao tempo, mais eu sinto que nos desconectamos. O fato é que nossa sociedade ainda não aprendeu como o universo funciona. Criamos aceleradoras de startups para escalar em 6 meses. Enchemos frangos de hormônio para ficarem "prontos"em 45 dias. Criamos fórmulas de lançamento para faturar 6 dígitos em 7 dias. Queremos tudo para ontem. O prazo sempre está apertado. Estamos sempre correndo contra o tempo, nos amarrando em prazos que nós mesmos estabelecemos. Criamos medidas que deixam a nós mesmos ansiosos. Talvez isso seja sinal da nossa falta de conexão com a natureza. Quando você planta, você não sabe o tempo exato que vai levar. Você não sabe quantos anos uma árvore vai levar para dar fruto. Apenas sabe que eles virão. Quando você coloca uma semente no solo, não fica remexendo a terra pra ver se está crescendo. Eu gosto dessa frase: "paciência é o intervalo entre semente e flor". Mas não vivemos a vida com essa mesma sabedoria. Queremos que as coisas saiam logo. Porque temos nosso deadline. Nós mesmos colocamos prazos e sofremos pelos prazos que estabelecemos. Quando você se conecta com a natureza, você começa a ver que existe o tempo da natureza. Eu prefiro chamar de tempo do universo. O tempo em que as coisas devem acontecer. Existe uma inteligência por trás de tudo o que acontece. E nós não somos capazes de entender completamente como essa inteligência opera. Nós somos racionais e usamos menos de 10% da nossa capacidade. E ainda assim achamos que conseguimos entender tudo. Acreditamos nos títulos de doutores que nós mesmos criamos. Quando eu comecei a aceitar que eu era muito pequeno perto do universo. Que não era da forma como eu queria, mas como a natureza quer. E que não é o no meu tempo, mas no tempo do universo, minha vida ficou melhor. Eu comecei a ficar menos ansioso. Eu tento fazer menos previsões e menos planejamento. Eu confio mais. Confio no universo e no tempo das coisas. Enquanto eu estou trabalhado daqui, o universo está fazendo sua parte. Só que eu não consigo enxergar. Eu sei que há algo acontecendo e que existem pauzinhos sendo movidos… Então eu confio. Confiar é parte fundamental da equação. Nós não somos tão bons assim como imaginamos. Nem somos tão fundamentais no processo. Somos apenas uma parte a equação