Não recebemos o que pedimos e sim o que sentimos... 

Não recebemos o que pedimos e sim o que sentimos. Muitas pessoas que oram não acreditam que serão ouvidas por Deus e auxiliadas, não há fé absoluta. Quase todos só oram quando estão desesperados, dessa forma, atraem mais do que estão sentindo: desespero. Não nos vemos como a origem das nossas experiências. Raramente o suplicante dirige suas preces para o que está acontecendo nele mesmo. A maioria das pessoas reza como se não tivesse nenhum poder ou responsabilidade. Entretanto, segundo a filosofia do ho'oponopono, somos totalmente responsáveis por tudo o que nos acontece. A prece é um pedido de perdão pelo que quer haja em nós que causou ou está causando a situação externa. A prece nos religa ao Criador, no mais nos cabe acreditar que seremos curados por Ele. À medida que nos curamos (de nós mesmos), o mesmo acontecerá do lado de fora (as circunstâncias mudam). Tudo, sem exceção, está dentro de nós. Com amor, Aline Keny