Desta vida não levamos nada...

Desta vida não levamos nada, só os afetos que conquistamos e os aprendizados do caminho. Não temos garantia da vida, apenas da morte. Agora, neste exato instante, estou viva, amanhã posso não estar. Cabe a mim aproveitar cada dia, cada hora, amar a todos a minha volta, ter gratidão por tudo e não perder tempo com disputas vãs.


A existência neste plano nos convida a dar valor ao tempo, aos detalhes, valorizar quem verdadeiramente nos ama, validar este amor. Para mim, o amor têm sim que ser validado, entre amigos, familiares e cônjuges. Muitos relacionamentos não prosperam porque as pessoas não fazem questão umas das outras, não se fazem presentes, não se preocupam, ou até quando estão presentes fisicamente não estão ali, para o outro e pelo outro. E nosso mundo segue assim, carente - de afeto, amor e união.


Que este dia de Finados sirva como reflexão, que saibamos aproveitar as pessoas ainda vivas que estão ao nosso lado, pois a maioria só valoriza quando o outro parte, quando o retorno já não é mais possível.


Com amor,