CHINESES APRESENTAM PRIMEIRA REDE QUÂNTICA 'IMPOSSÍVEL DE HACKEAR'.

(Sistema de comunicação conecta observatórios astronômicos que estão a 2.600 km de distância, entre Pequim e Xangai).


Uma equipe de cientistas chineses apresentou a primeira rede de comunicação quântica integrada ao longo de dois mil quilômetros entre Pequim e Xangai, com auxílio do satélite quântico Micius, lançado em órbita em 2016, conectando observatórios astronômicos que possuem 2.600 quilômetros entre si.


A novidade foi publicada na revista Nature, uma das mais prestigiadas do mundo no campo científico. Segundo os autores do artigo, a rede quântica dispõe de 4.600 quilômetros de comprimento.


A comunicação quântica é embasada na distribuição de chaves quânticas, que compõem uma cadeia de zeros (0) e uns (1) por meio de estados quânticos de partículas, como fótons. Qualquer intervenção ou escuta entre o emissor e o receptor irá alterar essa cadeia de caracteres, o que seria imediatamente percebido pelos participantes da conversa.


Ao contrário da criptografia convencional, a comunicação quântica é considerada impossível de hackear, interceptar ou intervir. Por esse motivo, ela é vista como o futuro da transferência segura de informações confidenciais.