Aos homens...

Eu acredito no sagrado masculino.


Eu acredito em homens sensíveis e gentis.


Eu acredito em homens que se curam e ajudam os outros a se curarem.


Eu acredito em homens místicos que se conhecem.


Acredito naqueles homens adormecidos que querem ver a luz e às vezes conseguem vê-la.


Eu acredito em homens cuja maior ambição é uma felicidade simples.


Acredito em homens que buscam com temperança a paz interior.